Ensaio de integridade de baixa deformação (Ensaio PIT)

Na Mantovani, o ensaio de integridade em estacas é realizado com o sistema PET, baseado no método sônico e compatível com a norma americana ASTM D5882-16 tendo em vista a ausência de uma norma brasileira para o ensaio. Para testar uma estaca, o usuário aplica um golpe com o martelo leve PET de mão. O sinal resultante, ou reflectograma, é capturado pelo acelerômetro PET e então transmitido ao computador para produzir informações sobre o comprimento da estaca e forma.

“Pode-se dizer, sem exagero, que o número de estacas testadas anualmente pelo método meça-se em milhões”

Amir, 2008

A inspeção da qualidade de elementos de fundação profunda é bastante desafiadora já que os processos executivos ocorrem de forma subterrânea. Com isso, o ensaio de integridade de baixa deformação (também conhecido como ensaio PIT) deve ser o primeiro teste de desempenho de uma fundação em estacas sejam moldadas in loco ou pré-moldadas.

O objetivo do ensaio é encontrar defeitos de grande magnitude, ou seja, que comprometam mais de 20% da seção ou as propriedades de resistência do material.

  • Ensaio de baixo custo e elevada produtividade podendo atingir 50 estacas por dia;
  • Sem seleção prévia dos elementos a serem ensaiados permitindo uma amostragem sem contaminação;
  • Equipamento pequeno e portátil , podendo ser utilizado em canteiros distantes e de difícil acesso;
  • Mesmo em casos onde não se obtenha com clareza a reflexão da ponta, o ensaio é útil para a inspeção de anomalias significativas na porção superior da estaca onde estão aplicadas as maiores tensões na estaca (LIKINS, 2015);
  • Ensaio realizado por engenheiros capacitados e com experiência.

Endereço

Rua José Florêncio Braido, 36 - Vila Santa Cruz Itatiba/SP - CEP 13.251-587